A principal diferença nos processos MIG/MAG é muito simples: Na solda MIG o gás é utilizado inerte, geralmente com argônio ou gás hélio. Como os gases são inertes, eles não possuem nenhuma função para a poça de fusão, além de proteger. Já na solda MAG é utilizado um gás ativo, que participa da poça de fusão muito além da proteção, pois os reflexos vão desde alterar os compostos até penetrar os metais ferrosos.

As principais vantagens da soldagem MIG/MAG são: Permitir soldar em qualquer posição, devido a sua mecanização e automatização; não ter a necessidade de remoção da escória, pois não perde pontas mesmo em uma alta velocidade de soldagem; produz pouca fumaça, poucos respingos, tendo um bom desempenho em chapas finas.

São poucos os motivos que poderíamos destacar como desvantagens desse processo, entre eles está a necessidade de realizar o processo dentro e locais fechados, sem corrente de ar, pois o evento pode dispersar o gás de proteção. Além disso, podemos ressaltar que quando se utiliza o arame sólido, pode ocorrer uma falta de fusão, prejudicando o processo.

Existem elementos que são essenciais e precisam constar no processo MIG/MAG, são eles:

  • Uma máquina para ser fonte da solda;
  • Um cilindro de gás;
  • Tocha;
  • Garra negativa;
  • Alimentador;
  • E o arame (que irá consumir)

E adivinha? Na Megaço você encontra tudo que precisa para a sua soldagem, do EPI até os acessórios.

Enviar
Precisa de ajuda?
Olá, tudo bem?
Como podemos te ajudar?